Do que eu gosto?

Sou feito daquilo que gosto e gosto de coisas simples.
Gosto de viver a vida livremente
Gosto da igualdade.
Tenho um apreço pelos cheiros.
Gosto do cheiro da terra molhada
Do cheiro do mar e do jasmim
Cheiro da manhã e da dama-da-noite.
Adoro mirra e manjericão
Cheiro de café ficando pronto.
Gosto de tempestades e raios
De sol e nuvens
Gosto de cores!
Gosto de sentar num bar com os amigos.
Gosto de levantar cedo
De ir à praia e me isolar em uma cachoeira
Gosto de ter e dar prazer,
Gosto de caminhar sem rumo e indefinidamente
Nem que seja só por uma hora.
Gosto de deitar no chão e olhar céu caminhando
Gosto de acreditar em um pote de ouro toda vez que vejo um arco-íris
Gosto de reparar como cada pedra é diferente da outra, e que podem ter formas legais,
Gosto de sentir a terra em minhas mãos e pés
Gosto de ver as formas divertidas das nuvens.
Gosto de contar as estrelas, embora nunca tenha conseguido um numero igual em outro dia.
Gosto de me apaixonar sempre que possível,
Nem que seja pela mesma pessoa
Gosto simplesmente de viver. Simples assim.

Nota | Publicado em por | Deixe um comentário

Sombras Tolas

Oh, escuridão! Tola e infantil!
Vigias-me por quê?
Segues-me por quê?
Será que um dia cansarás?
Não vistes que a luz que me envolve é infinita em amor?
Cercada de beleza ela é,
Rodeada de vida, de risos e alegria!
Não há espaço para tristezas e amarguras!
Procuro em mim espaço para ti e chego a uma conclusão: Não há!
Segue teu rumo!
Aqui não há parada para ti!
Aporte em outro ancoradouro, onde talvez encontre terra fértil para seus frutos amargos.
Respeito-te por teu entusiasmo e perseverança,
Mas sou obrigado a dizer que perdes vosso tempo em tentar me pegar
Estou à milhas de ti!
Aprecio sua obstinação,
Mas torno a dizer que perdes tempo e energia em tentar me ludibriar.
Tú me vacinaste contra teu próprio veneno!
Aplauso suas montagens, cenas e cenários,
Mas minha crítica e percepção foram fortalecidas por ti, contra ti.
Desista desse simples homem, não conseguirás nada aqui!

Nota | Publicado em por | Deixe um comentário

Palavras Más

Cansei das palavras!

Cansado de Aventuras
Cansado de Frivolidades
Exaustivamente cansado de Superficialidade.
Certeza, Duradouro,Consistência
Será que elas só moram no Aurélio?
É pedir de mais a palavra Longo?
Cansado de Semanas
Enchi o saco de Adeus
Abomino o Breve!
Elas não servem pra nada!
Só servem pra iludir e desmascarar.
Quero Gestos, quero Toques, Atitudes
Pra que 435 mil palavras se nenhuma delas serve?
Cansado de Promessa, Juntos, Amo e Adoro!
Levianas! Isso que vocês são!
Enrolam-nos com suas idéias açucaradas
Para depois nos apresentar à Solidão e ao Ninguém
Provem que são verdadeiras pelo menos uma vez!
Desafio-vos!
Façam valer seus significados!
Para vocês dou uma palavra de presente:
CANSADO!

Nota | Publicado em por | Deixe um comentário

Obrigado

Obrigado pelas suas mãos, as mesmas que acariciaram minha pele.
Obrigado pelo seu peito que se comprimiu junto ao meu.
Obrigado pelos seus lábios, pois eles selaram os meus.
Obrigado pelas suas palavras, pois calaram minha mente
Obrigado pela noite, pois preencheu um coração a muito vazio, oco,
Sem voz e ao mesmo tempo gritando de solidão.
Obrigado pelo “boa noite” e pelo “bom dia.”
Obrigado pelo café e pela despedida.
Obrigado pelo beijo e pelo abraço.
Obrigado por você.

Nota | Publicado em por | Deixe um comentário

O que eu quero?

O que procuro? O que quero?
Quero um mundo justo, onde as pessoas não morram em filas de hospitais que elas pagam para ter.
Onde gente não mata gente por míseros trocados.
Quero um mundo alimentado, para não ter que ver crianças exibindo seus ossos sob a pele.
Quero um mundo saudável, para não ver gente definhando por algo que mal sabemos o que é.
Quero um mundo com justiça social, para não ver meninas segurando um pau ao invés de bonecas.
Quero ver um mundo igual, para não ver seres biologicamente idênticos se matando por religião, orientação sexual, cor, escolhas ou simplesmente opiniões diferentes.
Quero um mundo alegre, para não ver mais uma lágrima escorrer do coração de uma criança.
Quero um mundo mais belo do que já é, para que a podridão no coração das pessoas seja sufocada pelo canto dos pássaros, pela brisa da manhã e pelo cheiro do Jasmim.
Quero as pessoas compartilhando amor, alegrias, sorrisos, gentilezas, afetos…
Quero minha utopia instaurada!
O que eu quero?
Só isso já basta!

Nota | Publicado em por | Deixe um comentário

Lugar Impérvio

Sou um observador melancólico de mim mesmo.
Uma alegria falsa às vezes.
Me observo como centro e me vejo nas periferias.
Meu coração é constante estado de espera.
Interminável, escura, sombria…
Uso a felicidade como um disfarce bem sucedido.
Como é inútil delirar!
Criar falsas expectativas,
Montar imagens mentais,
Tudo para poder me enganar…
Quando chega à noite e encosto a cabeça no travesseiro, a verdade vem.
Se mostra fria e cruel como sempre foi.
Fecho os olhos para que um sonho bonito volte a me enganar.
Me observo, me vejo…
Vejo um homem de rosto feliz.
Idéias felizes, sorrisos felizes,
Socialmente aceito e cativante.
Tudo máscara!
Para ocultar o que realmente sou.
Para ocultar aquilo que está por dentro e ninguém vê.
Escondido dentro de mim.
Um lugar tão difícil de chegar que somente alguns conseguiram.
Que de tão poucos, são contados nos dedos de uma mão
Meu coração.

Publicado em Prosas | Deixe um comentário

Praia da Brisa a.k.a. Salve Jorge

Te procuro em seu rosto
Te busco em suas palavras
Te caço em sua voz
Onde encontro seu intento?

Me responde, mas só há dúvida
Me chama, mas ouço outro nome
Me quer, mas espera o anterior
Em quem estará você?

Te olho, mas não te enxergo
Te encosto, mas não te toco
Te ouço, mas não te escuto
Onde está você?

Me afagas e não te sinto
Me beijas e não te reconheço
Me abraças e não o tenho
Como alcanço seu interior?

Perdido em emoções?
Desorientado em sentimentos?
Disperso em sensações?
Eu encontrarei você!

Um perto distante de mim
Aprazimento angustiante de mim
Deleite amargo de minh’alma
Eu resgatarei você!

Sua satisfação aflitiva
Seu Desalento eufórico
Sua moderação obscena
Eu conciliarei você!

Meu sentimento em tua emoção
Minha mente em teu espírito
Meu coração em tua alma
Meu amor em teu peito

Em mim, estará você
Em ti, estarei eu
Em nós, estaremos
Em outros, não mais.

Publicado em Prosas | Deixe um comentário